52º Festival de Brasília apresenta identidade visual

O ilustrador Mauro Martins mesclou a produção de cinema, a visão do espectador e Brasília durante o trabalho de criação. Esses três pilares, segundo o artista, representam a magia da Sétima Arte

Artista por trás da identidade visual do 52º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, o ilustrador Mauro Martins vivenciou intensamente as opções de arte e cultura disponíveis na cidade ao longo da vida, desde a primeira infância – quando chegou à capital federal com a família, vindos de Minas Gerais –, passando pela cena roqueira dos anos 1990, na qual atuou como baterista, e comparecendo ainda a eventos de cinema, de artes plásticas e de diversas outras manifestações criativas pelo Distrito Federal.

“Eu vou ao Cine Brasília desde criança. O próprio festival faz parte da minha história”, conta Mauro. Durante o período como estudante de Desenho Industrial na Universidade de Brasília (UnB), ele prestava bastante atenção nas identidades visuais empregadas nos filmes projetados na tela e nos cartazes do evento distribuídos pelo cinema. “Eu pensava: ‘seria legal algum dia fazer a identidade visual desse festival’. Foi uma honra quando me chamaram”, comemora Mauro.

Para desenvolver as artes, o artista coletou informações sobre as atuais cinematografias brasileira e brasiliense, buscando elementos gráficos, ícones e situações representativas do assunto. Na criação, Mauro trabalhou com três pilares fundamentais: a cidade de Brasília, a produção cinematográfica contemporânea e uma visão de espectador para esses temas. “A receita foi misturar os elementos de forma harmoniosa. Penso que o resultado ficou muito alegre, cheio de positividade. A identidade visual traz um pouco da magia do cinema, com traços fluidos, cinéticos e livres”, ressalta o ilustrador.

Sobre o artista

Formado em Desenho Industrial pela UnB, Mauro Martins atuou como diretor de arte em agências de propaganda por 13 anos e acumulou inúmeros prêmios nacionais e internacionais. Criou campanhas para grandes clientes, como Kraft, Best Buy e Infiniti. Atualmente, autônomo, ele prioriza o trabalho autoral.

Seu traço inconfundível pôde ser visto em objetos dentro e fora do país, em cartões de crédito, na garrafa da Absolut Vodka, na caixa da pizza Domino’s, em óculos na Itália, em marca de chocolate nos Estados Unidos e em pôster na Polônia.

Em 2017, quatro de seus projetos foram publicados no catálogo da 120ª Bienal Brasileira de Design Gráfico. Vencedor do 6º Concurso Internacional de ilustração da AI-AP, Mauro Martins foi recentemente listado como um dos 200 melhores ilustradores do mundo pela editora austríaca Lürzer’s Archive, uma das mais importantes da categoria. Para conhecer mais o trabalho do artista, acesse o site www.mauromartins.com ou o perfil @mauromartinscom no Instagram.