Ilha

Direção: Ary Rosa e Glenda Nicácio
Ficção, 94 min, 2018, BA, 16 anos
Elenco: Arlete Dias, Aldri Anunciação, Renan Motta, Valdinéia Soriano, Aline Brune, Sérgio Laurentino, Thacle de Souza e Ridson Reis

 

Emerson, um jovem da periferia, quer fazer um filme sobre sua história na Ilha, lugar onde quem nasce nunca consegue sair. Para isso, ele sequestra Henrique, um premiado cineasta. Juntos, eles reencenam a própria vida, com algumas licenças poéticas. O plano começa e, a partir de então, não há mais limites, afinal, cinema também é jogo.

 

Ary Rosa e Glenda Nicácio formaram-se em Cinema pela Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e fundaram a produtora independente Rosza Filmes (2011). Iniciaram a carreira com curtas-metragens e experimentações de linguagem na ficção e no documentário, investigando o processo coletivo na produção de cinema. Assim, desde as primeiras experiências, compartilham a direção geral e acreditam que essa escolha potencializa suas obras, tanto narrativa quanto esteticamente. Além de Ilha, dirigiram juntos o longa-metragem Café com canela, que, em 2018, depois de percorrer os principais festivais, entrou em cartaz nas salas de cinema do país (contemplado pelo Prêmio Petrobras)


FICHA TÉCNICA:


Produção: Thamires VIeira

Assistente de direção: Tidi Eglantine

Roteiro: Ary Rosa
Direção de fotografia, operação de câmera e assistência de operação de câmera: Poliana Costa, Augusto Bortolini e Thacle de Souza
Operação de som: Napoleão Cunha
Assistente de operação de som: Dudoo Caribe
Chefe de maquinária e elétrica: Poliana Costa, Augusto Bortolini, Thacle de Souza
Direção musical e trilha sonora: Moreira
Mixagem: Napoleão Cunha
Montagem: Poliana Costa, Augusto Bortolini e Thacle de Souza
Arte: Glenda Nicácio
Figurino: Clarissa Brandão
Make up: Tina Melo
Apoio financeiro: FSA, ANCINE, BRDE, Fundo de Cultura da Bahia

Mostra: Competitiva - Longa