Prêmios


PRÊMIO SARUÊ
  • CORREIO BRAZILIENSE: Premiado: Escola sem sentido, de Thiago Foresti

PRÊMIO MARCO ANTÔNIO GUIMARÃES
  • PRÊMIO MARCO ANTÔNIO GUIMARÃES: Premiado: Chico Mendes, um Legado a Defender, de João Inácio

PRÊMIO CANAL BRASIL DE CURTAS
  • MELHOR FILME CURTA METRAGEM COMPETITIVA: Sangro, de Tiago Minamisawa e Bruno H. Castro, Codireção de Guto BR

PRÊMIO ABRACCINE
  • MELHOR FILME CURTA METRAGEM COMPETITIVA: Carne, de Camila Kater
  • MELHOR FILME LONGA METRAGEM COMPETITIVA: O tempo que resta, de Thaís Borges

MOSTRA BRASÍLIA BRB DE CINEMA
  • MELHOR EDIÇÃO DE SOM : Mito e música - a mensagem de Fernando Pessoa, de Rama de Oliveira e André Luiz Oliveira - Edição de Som: Laurent Mis
  • MELHOR TRILHA SONORA : Mito e música - a mensagem de Fernando Pessoa, de Rama de Oliveira e André Luiz Oliveira - Trilha de : André Luiz Oliveira
  • MELHOR DIREÇÃO DE ARTE : Dulcina, de Glória Teixeira - Direção de arte: Úrsula Ramos e Demétrius Pina
  • MELHOR MONTAGEM : Ainda temos a imensidão da noite, de Gustavo Galvão - Montagem: Marcius Barbieri
  • MELHOR FOTOGRAFIA : Ainda temos a imensidão da noite, de Gustavo Galvão - Direção de Fotografia: André Carvalheira
  • MELHOR ROTEIRO : Mito e música - a mensagem de Fernando Pessoa, de Rama de Oliveira e André Luiz Oliveira - Roteiro: Rama de Oliveira
  • MELHOR ATOR: Escola sem sentido, de Thiago Foresti - Ator: Wellington Abreu
  • MELHOR ATRIZ : Dulcina, de Glória Teixeira - Ganham todas as atrizes que representaram Dulcina: Bidô Galvão, Carmem Moretzsohn, Iara Pietricovsky, Theresa Amayo, Glória Teixeira e Françoise Forton.
  • MELHOR DIREÇÃO: Mãe, de Adriana Vasconcelos
  • MELHOR CURTA METRAGEM JÚRI POPULAR: Escola sem sentido, de Thiago Foresti
  • MELHOR LONGA METRAGEM JURI POPULAR: Dulcina, de Glória Teixeira
  • MELHOR CURTA METRAGEM – (PRÊMIO TECNICO EDINA FUJII CIARIO): Escola sem sentido, de Thiago Foresti
  • MELHOR LONGA METRAGEM – (PRÊMIO TECNICO EDINA FUJII CIARIO): Dulcina, de Glória Teixeira

MOSTRA COMPETITIVA DE CURTAS
  • MELHOR SOM: A nave de mané socó, de Severino Dadá - Som: Guma Farias e Bernardo Gebara
  • MELHOR TRILHA SONORA: Alfazema, de Sabrina Fidalgo - Trilha Sonora: Vivian Caccuri
  • MELHOR DIREÇÃO DE ARTE: Parabéns a você, de Andréia Kaláboa - Direção de arte: Isabelle Bittencourt
  • MELHOR MONTAGEM: A nave de mané socó, de Severino Dadá - Montagem: André Sampaio
  • MELHOR FOTOGRAFIA: Parabéns a você, de Andréia Kaláboa - Direção de Fotografia: João Castelo Branco
  • MELHOR ROTEIRO: Carne, de Camila Kater - Roteiro: Camila Kater e Ana Julia Carvalheiro
  • MELHOR ATOR : A nave de mané socó, de Severino Dadá - Melhor ator: Severino Dadá
  • MELHOR ATRIZ : Angela, de Marília Nogueira - Melhor atriz: Teuda Bara
  • MELHOR DIREÇÃO CURTA METRAGEM: Alfazema, de Sabrina Fidalgo - Direção: Sabrina Fidalgo
  • MELHOR CURTA METRAGEM JÚRI POPULAR – (PRÊMIO TÉCNICO EDINA FUJII CIARIO): Carne, de Camila Kater
  • MELHOR CURTA METRAGEM – (PRÊMIO TÉCNICO DOT CINE E CINEMATICA): Rã, de Júlia Zakia e Ana Flavia Cavalcanti

MOSTRA COMPETITIVA DE LONGAS
  • MELHOR SOM: A Febre, de Maya Da-Rin - Equipe de Som: Felippe Schultz Mussel, Breno Furtado, Emmanuel Croset
  • MELHOR TRILHA SONORA: Alice Júnior, de Gil Baroni - Trilha Sonora: Vinícius Nisi
  • MELHOR DIREÇÃO DE ARTE: Piedade, de Claudio Assis - Direção de Arte: Carla Sarmento
  • MELHOR MONTAGEM: Alice Júnior, de Gil Baroni - Montagem: Pedro Giongo
  • MELHOR FOTOGRAFIA: A Febre, de Maya Da-Rin - Direção de Fotografia: Bárbara Alvarez
  • MELHOR ROTEIRO: O tempo que resta, de Thaís Borges - Roteiro: Thaís Borges
  • MELHOR ATOR COADJUVANTE: Piedade, de Claudio Assis - Ator coadjuvante: Cauã Reymond
  • MELHOR ATRIZ COADJUVANTE: Alice Júnior, de Gil Baroni - Atriz coadjuvante: Thaís Schier
  • MELHOR ATOR: A febre, de Maya Da-Rin - Melhor ator: Regis Myrupu
  • MELHOR ATRIZ: Alice Júnior, de Gil Baroni - Melhor Atriz: Anne Celestino
  • MELHOR DIREÇÃO LONGA METRAGEM: A febre, de Maya Da-Rin - Direção: Maya Da-Rin
  • MELHOR LONGA METRAGEM JÚRI POPULAR: O tempo que resta, de Thaís Borges
  • PRÊMIO ESPECIAL DO JÚRI – LONGA METRAGEM: Claudio Assis pelo filme Piedade
  • MELHOR LONGA METRAGEM – (PRÊMIO TÉCNICO DOT CINE): A febre, de Maya Da-Rin

Prêmios Oficiais

 

Troféu Candango

 

Categoria de Longa-Metragem:

 

Melhor Ator: R$ 15 mil

Melhor Atriz: R$ 15 mil

Melhor Ator Coadjuvante: R$ 10 mil

Melhor Atriz Coadjuvante: R$ 10 mil

Melhor Roteiro: R$ 10 mil

Melhor Fotografia: R$ 10 mil

Melhor Direção de Arte: R$ 10 mil

Melhor Trilha Sonora: R$ 10 mil

Melhor Som: R$ 10 mil

Melhor Montagem: R$ 10 mil

Prêmio Especial do Júri: R$ 10 mil

Melhor Filme de Longa-Metragem: R$ 50 mil

Melhor Direção: R$ 30 mil

 

Categoria de Curta-Metragem:

 

Melhor Filme de Curta-Metragem: R$ 20 mil

Melhor Direção: R$ 10 mil

Melhor Ator: R$ 5 mil

Melhor Atriz: R$ 5 mil

Melhor Roteiro: R$ 5 mil

Melhor Fotografia: R$ 5 mil

Melhor Direção de Arte: R$ 5 mil

Melhor Trilha Sonora: R$ 5 mil

Melhor Som: R$ 5 mil

Melhor Montagem: R$ 5 mil

 

Júri Popular:

 

Melhor Filme na categoria de Longa-Metragem: R$ 50 mil

Melhor Filme na categoria de Curta-Metragem: R$ 20 mil

 

Outros Prêmios

 

Prêmio Técnico Dot Cine – Curta-Metragem

O melhor curta-metragem da Mostra Competitiva, escolhido pelo Júri Oficial, recebe, para um futuro curta-metragem (até 30 minuto): duas diárias de correção de cor, uma diária de finalização, masterização e um DCP. Validade do prêmio: dois anos.

 

Prêmio Técnico Dot Cine – Longa-Metragem

O melhor longa-metragem da Mostra Competitiva, escolhido pelo Júri Oficial, recebe R$ 40 mil em serviços de finalização para um futuro longa-metragem (até 100 minutos). Validade do prêmio: dois anos.

 

Prêmio Cinemática

O melhor curta-metragem, escolhido pelo Júri Oficial, ganha pós-produção de som para futuro projeto.

 

Prêmio Abraccine

Para o melhor curta-metragem e o melhor longa-metragem, escolhidos pelo júri da Abraccine (Associação Brasileira de Críticos de Cinema).

 

Prêmio Canal Brasil de Curtas

O Prêmio Canal Brasil de Curtas tem como objetivo estimular a nova geração de cineastas, contemplando os vencedores na categoria curta-metragem dos mais representativos festivais de cinema do país. Um júri convidado pelo Canal Brasil, composto por jornalistas especializados em cinema, escolhe o melhor curta em competição, que recebe o troféu Canal Brasil e um prêmio de R$ 15 mil.

 

Prêmio Técnico Edina Fujii – CiaRio

O melhor curta-metragem da Mostra Competitiva, escolhido pelo Júri Popular, recebe R$ 15 mil em locação de equipamentos de iluminação, acessórios e maquinária para futuro projeto. Validade de um ano.

 

Prêmio Marco Antônio Guimarães

Troféu Candango para o filme que melhor utilizar material de pesquisa cinematográfica brasileira, escolhido pelo júri do CPCB (Centro de Pesquisadores do Cinema Brasileiro).

Prêmios Oficiais:

 

Prêmios do Júri Oficial:

 

Melhor Longa-Metragem: R$ 50 mil

Melhor Curta-Metragem: R$ 30 mil

Melhor Direção: R$ 8 mil

Melhor Ator: R$ 4 mil

Melhor Atriz: R$ 4 mil

Melhor Roteiro: R$ 4 mil

Melhor Fotografia: R$ 4 mil

Melhor Montagem: R$ 4 mil

Melhor Direção de Arte: R$ 4 mil

Melhor Edição de Som: R$ 4 mil

Melhor Trilha Sonora : R$ 4 mil

 

Prêmios do Júri Popular:

 

Melhor Longa-Metragem: R$ 20 mil

Melhor Curta-Metragem: R$ 10 mil

 

Outros Prêmios:

 

Prêmio Técnico Edina Fujii – CiaRio para longa-metragem

O melhor longa-metragem da Mostra Brasília BRB de Cinema, escolhido pelo Júri Oficial, recebe R$ 25 mil em locação de equipamentos de iluminação, acessórios e maquinária para futuro projeto audiovisual. Validade do prêmio: dois anos.

 

Prêmio Técnico Edina Fujii – CiaRio para curta-metragem

O melhor curta-metragem da Mostra Brasília BRB de Cinema, escolhido pelo Júri Oficial, recebe R$ 10 mil em locação de equipamentos de iluminação, acessórios e maquinária para futuro projeto audiovisual. Validade do prêmio: um ano.

Prêmio Técnico Mistika 

O melhor filme da Mostra Futuro Brasil recebe R$ 20 mil em serviços de finalização de imagem.

 

Prêmio Técnico Cinemática Audiovisual

O melhor filme da Mostra Futuro Brasil recebe inclusão de acessibilidade closed caption e Libras.

 

Prêmio Técnico Cinecolor 

O melhor filme da Mostra Futuro Brasil recebe prêmio de cinco diárias de correção de cor. Validade do prêmio: um ano.

 

Prêmio Aquisição Prime Box Brazil

O melhor filme escolhido pelo júri da Prime Box Brazil ganha pré-contrato de licenciamento de um ano após o filme cumprir carreira em festivais e circuito comercial de cinema.

 

Prêmio Técnico Estúdio Plug.in

O melhor filme da Mostra Futuro Brasil recebe 40 horas de pós-produção de áudio (20 horas de edição e 20 horas de mixagem). Validade do prêmio: um ano.

Prêmio Dot Cine

O melhor pitching, escolhido pela banca composta por seis players participantes do Ambiente de Mercado, recebe prêmio de DCP.

 

Prêmio FRAPA 2020

O melhor pitching, escolhido pela banca composta por seis players participantes do Ambiente de Mercado, recebe o pacote completo para a FRAPA 2020.

 

Prêmio Rio2C 

O melhor pitching, escolhido pela banca composta por seis players participantes do Ambiente de Mercado, recebe duas credenciais Industry para a Rio2C 2020.